Pesquisa Autores | Resultados | Ficha


AZEVEDO, Miguel de
Oleiro com actividade conhecida em 1709. Não se consegue identificar a olaria em que trabalharia, pois existem várias referências a oleiros com este nome. [RSC]

Especialização: Oleiro


Cronologia

- 1653-05-15 [Baptismo]
Na paróquia de Santo Antão, em Évora. Era filho de de Francisco Rodrigues e Maria Antunes (PORTELA - A Azulejaria em Portugal [...], p. 9 - documento transcrito)

Notas: Arquivo Distrital de Évora, Livro de Batismos da Paróquia de Santo Antão [1648-1656], Livro 15, Caixa n.º 5, assento n.º 4, fl. 77. / Aos d[sic] quinze dias do mes de mayo de mil e seiscenttos e sinquoentta e tres annos nesta Igressa de Santo Antão bauptizei e pus os Santos Olleos a Miguel filho de Francisco Rodriguez e de Maria Anttunes. Forão padrinhos Manoel Sardinha e a partteira Illenna Carvalha. E por verdade asinei dia ut supra. / (a) O Licenciado Manoel Mendiz Delgado

- 1676-02-03 [Casamento]
Com Benta Maria, filha do oleiro João Francisco e Cipriana Luís. Benta Maria tinha um irmão chamado Manuel dos Santos. O casamento aconteceu na Paróquia de Santa Catarina, em Lisboa (PORTELA - A Azulejaria em Portugal [...], p. 9 - documento transcrito)

Notas: I.A.N./T.T. [A.D.L.], Livro de Casamentos da Paróquia de Santa Catarina [1672-1684], Livro C4, Caixa n.º 34, assento n.º 1, fl. 77v. Em tres de fevereiro de mil e seissentos settenta e seis corridos os banhos via ordinaria e em virtude de hum mandado do senhor Doutor João de Passos de Magalhaniis Provizor dos Cazamentos em que provou vir menos do seu natural recebi a porta desta Igreja pella manham por marido e molher na forma ordinaria a Miguel de Azevedo filho de Francisco Rodriguez e de sua molher Maria Antunes natural da cidade de Evora bautizado na freguezia de Santo Antão da ditta cidade com Benta Maria filha de João Francisco e de sua molher Sipriana Luis já defunta bautizada nesta freguezia, ambos os contrahentes meus freguezes. Testemunhas: Jozeph Rodriguez tanoeiro e morador no Bequo Grande desta freguezia e o Padre Francisco Xavier aqui morador e o Padre tizoureiro desta Igreja Manoel de Figueiredo (...). / (a) Padre Cura Manoel de Queiros (...)

- 1677-00-00
Já surge em casa do oleiro João Francisco, de quem era genro (COUTINHO et al. - Contributos para o conhecimento [...], p. 42-43)

- 1677-08-01
Mencionado como oleiro, morando na Rua da Esperança, foi testemunha no casamento de Manuel Ribeiro com Jerónima Avenes, juntamente com o ladrilhador Matias Batista Lisboa (PORTELA - A Azulejaria em Portugal [...], p. 9 - documento transcrito)

Notas: I.A.N./T.T. [A.D.L.], Livro de Casamentos da Paróquia de Santa Catarina [1672-1682], Livro C4, Caixa n.º 34, assento n.º 1, fl. 118. / Em o primeiro de agosto de mil e seissentos settenta e sette corridos os banhos via ordinaria recebi a porta desta Igreja pella manhã por marido e molher na forma ordinaria a Manoel Ribeiro filho de Pedro Francisco e de sua molher Catharina Ribeira morador nesta cidade na freguesia da Madalena com Jeronima Avenes filha de Agostinho Avenes e de sua molher Britis Falcata ambos os contraentes naturais desta cidade e bautizados na freguezia de Santos e a contrahente minha fregueza. Testemunhas Mathias Bautista Lixboa ladrilhador e morador neste freguezia na Rua dos Poaiis de S. Bento e Miguel de Azevedo oleiro e morador outrosim nesta freguezia na Rua da Esperança e outras muitas de que fis este asento que por verdade asinei no mesmo dia com as ditas testemunhas. / (a) O Padre Cura Manoel de Queiros / (a) Mathias Baptista Lixboa / (a) Miguel de Azevedo

- 1678-09-26
Surge com o ofício de oleiro, morando na Rua Direita da Esperança no testamento de Mísia Nunes (CARVALHO - A pintura do azulejo [...], p. 97 - A.N.T.T., R.G.T., Livro n.º 36, fl. 111 v. a 112 v.)

- 1680-05-26
Surge com o ofício de oleiro, morando na Rua Direita da Esperança no testamento de D. Maria Falcoa da Silva (CARVALHO - A pintura do azulejo [...], p. 97 - A.N.T.T., R.G.T., Livro n.º n.º 34, fl. 26 v. a 27)

- 1683-01-18 [Morada]
Morava na Rua das Janobras, a Santa Catarina, quando foi testemunha no testamento de Maria Gomes, mulher de João Francisco (CARVALHO - A pintura do azulejo [...], p. 97 - A.N.T.T., R.G.T., Livro n.º n.º 43, fl. 126 a 127)

- 1695-01-10
Mencionado como oleiro, morando na freguesia de Santa Catarina do Monte Sinai, foi testemunha no casamento de António Gonçalves com Teresa Maria, juntamente com o pintor Manuel Francisco (PORTELA - A Azulejaria em Portugal [...], p. 9 - documento transcrito)

Notas: I.A.N./T.T. [A.D.L.], Livro de Casamentos da Paróquia dos Anjos [1692-1719], Livro C3, Caixa n.º 24, assento n.º 2, fls. 46v-47. / Aos dez dias do mes de janeiro de mil e seiscentos, e noventa, e sinco nesta Igreja os Anjos em minha prezença e das testemunhas abaixo asinadas se receberão por // [fl. 47] marido e molher na forma do Sagrado Concilio Tridentino, Antonio Gonsalvez, e de Francisca de Almeyda natural desta cidade de Lixabo, baptizado na freguezia de Santa Engracia donde he morador com Thereza Maria filha de Manoel Dias, e de Maria Francisca, baptizada na freguezia de São Martinho da villa de Cintra, e moradora nesta cidade e nesta freguezia de que fiz este termo. Forão testemunhas Miguel de Azevedo, official de oleyro morador na freguezia de Santa Catherina de Monte Sinay e Manoel Francisco, pintor e morador na freguezia de Santa Engracia que comigo assinarão mes e ano ut supra. / (a) O Cura Diogo Mexia Godins

- 1698-02-22
Há notícia de um Miguel de Azevedo, oficial de loiça fina que pertencia à Irmandade de Santa Cruz e Passos da Graça (SALES - Nosso Senhor dos Passo da Graça [...], p. 227)

- 1709-00-00 [Revestimento cerâmico - documentado]
Lisboa, palácio Azevedo Coutinho, escadaria

Notas: Os azulejos foram pintados por Manuel dos Santos e assentes por José da Costa, azulejador (Arquivo Particular da família Azevedo Coutinho, Cx. 5. Documento mencionado por Jorge Brito e Abreu num Encontro sobre Preservação e Tratamento do Azulejo, promovido a 11 e 12 de Março de 1988 pela Fundação das Casas de Fronteira e Alorna, numa comunicação intitulada "Restauro e Investigação histórica em Azulejo")

- 1711-10-30 [Testamento]
Como mestre oleiro de louça pintada morador às Olarias, fez testamento surgindo ainda no da mulher Benta Maria (CARVALHO - A pintura do azulejo [...], p. 97 - A.N.T.T., R.G.T., Livro n.º n.º 130, fl. 169 v a 171 v.)

- 1741-08-31
Morte da mulher, Benta Maria, que já era viúva (PORTELA - A Azulejaria em Portugal [...], p. 9 - documento transcrito)

Notas: I.A.N./T.T. [A.D.L.], Livro de Óbitos da Paróquia de Santa Catarina [1721-1749], Livro O1, Caixa n.º 54, assento n.º 3, fl. 47v. / Em trinta e hum de agosto de mil setecentos e quarenta e hum faleceu com todos os Sacramentos em caza de Manoel Rodrigues na Rua do Valle de Jesus desta freguesia, Benta Maria, viuva de Miguel de Azevedo, e foi sepultada por pobre no Convento de Nossa Senhora de Jesus desta freguezia pela Ordem Terceira. Sem testamento. / (a) O Padre Cura Antonio da Crus e Abreu


Referências Bibliográfias - Monografias


Referências Bibliográfias - Periódicos


Outros autores relacionados

- COSTA, José da
Tipo de relação: Ladrilhador / Oleiro

- FRANCISCO, João
Tipo de relação: Genro

- LISBOA, Matias Baptista
Tipo de relação: Testemunha

- SANTOS, Manuel dos
Tipo de relação: Oleiro / pintor