Pesquisa Autores | Resultados | Ficha


ÁLVARES, André
Mestre ladrilhador com actividade conhecida entre 1670 e 1673 no âmbito da Ordem Terceira de Lisboa. Não se sabe exactamente a que revestimento corresponderia esta encomenda, mas a cronologia é coincidente com os azulejos que ainda se observam no átrio de acesso à capela e, por outro lado, os azulejos aplicados na nave desta são muito posteriores podendo ter desaparecido os originais, seiscentistas, em consequência dos estragos causados pelo Terramoto de 1755. [RSC]

Especialização: Ladrilhador


Cronologia

- 1670-01-26
Designado como mestre ladrilhador, é mencionado em 26 de Janeiro de 1670 nos Livros de Despesa Geral da Ordem Terceira por ter recebido "catorze mil e oitocentos reis de ladrilhar as duas casas de tijolo" (A.O.T. [C.J.], Livro de Despesa Geral da Ordem 1673-1693, fl. 51)

- 1672-06-05
Os Livros de Despesa Geral da Ordem Terceira registam duas entradas de pagamentos que totalizam quarenta mil réis (A.O.T. [C.J.], Livro de Despesa Geral da Ordem 1673-1693, s/fl.)

- 1672-09-25
Regista-se o pagamento, no Livros de Despesa Geral da Ordem Terceira, de vinte mil réis então pagos eram "por conta da obra que vai fazendo na nossa capela" (A.O.T. [C.J.], Livro de Despesa Geral da Ordem 1673-1693, s/fl.)

- 1673-02-05
Continua a receber diversos montantes da Ordem Terceira, registando-se, em 5 de Fevereiro de 1673, "mais dezoito mil reis a conta do que se lhe devem faz [sic] do azulejo que assentou na nossa capela" e "mais dezassete mil réis com o que se acabou de pagar ao mestre ladrilhador de que assinou e fazem soma tudo em que se lhe assalvou [?] a obra cento e oitenta e sete mil e duzentos e cinquenta réis".


Referências Bibliográfias - Monografias