Pesquisa Autores | Resultados | Ficha


ANTUNES, Domingos (? - 1715)

Ladrilhador com actividade conhecida a partir de 1672. Faleceu em 1715. É possível que tenham existido mais ladrilhadores com o mesmo nome. Celso Mangucci acredita que se trata do pai de Bartolomeu Antunes, tendo este último acompanhado o progenitor na obra de Estremoz, contando então com cerca de catorze anos (MANGUCCI - A estratégia de Bartolomeu [...], p. 136). [RSC]

Especialização: Ladrilhador


Cronologia

- 1672-01-27 [Morada]
Morava ao Campo de Santa Clara (CARVALHO - A pintura do azulejo [...], p. 64 - A.N.T.T., C.N.L., nº 1 ofício A (antigo 12 ofício A), Cx. 55, Livro de Notas n.º 223, fl. 82 v. a 84)

- 1685-10-13 [Casamento]
Casou com Josefa Rodrigues, vivendo então junto ao Chafariz de Arroios (MANGUCCI - A estratégia de Bartolomeu [...], p. 137 - A.N.T.T., Registos Paroquiais de Lisboa, Freguesia dos Anjos, Casamentos, Livro n.º C2 (1666-1692), Cx. 24 fl. 272 v e 273. MF SGU 956)

- 1685-00-00
Deverá ser o mesmo que, em 1685, era escrivão do ofício de ladrilhador e passou uma carta de "jziminação" a João Neto da Cruz, declarando-o apto a exercer o ofício de ladrilhador (BASTO - Apontamentos para um dicionário de artistas e artífices [...], p. 187)

- 1697-12-31 [Revestimento cerâmico - documentado]
Évora, Igreja de Santa Marta - Rafael da Cunha, em nome do Cónego André de Sande, escrivão da confraria das Almas da Igreja de Santa Marta da cidade de Évora, e mais irmãos, ajustou-se com Domingos Antunes ladrilhador, morador a Borracha, freguesia de Santa Ana, "sobre o azulejamento da dita igreja de Santa Marta [...] em preço e quantia de duzentos mil réis".

Notas: O contrato previa que o ladrilhador azulejasse a "Igreja de Santa Marta excepto a abóbada do mesmo azulejo e com o mesmo barro [?] que tem o que está na capela maior da dita igreja pondo na grade da tribuna das beatas um quadro de azulejo de brutesco com São Miguel Arcanjo e as almas do fogo do purgatório e será por sua conta dele mestre toda a despesa que for necessária e [...] a condução do dito azulejo e porá também [...] no Porto da Foz de Alcácer do Sal e será tudo perfeito e acabado e toda a dita obra a fará per si e oficiais de bom [...] que fique com tudo a perfeição que a arte der lugar e na forma [...] e a dará acabada de tudo por todo o dito mês de Agosto do dito ano que vem de seiscentos e noventa e oito (...)" (CARVALHO - A pintura do azulejo [...], p. 65 - A.N.T.T., C.N.L., Livro n.º 7 ofício A (antigo 7 ofício A), Cx. 80, Livro de Notas). Note-se que foi fiador um outro ladrilhador, Manuel Roiz [Rodrigues], "morador na travessa que está defronte da Bica dos Anjos".

- 1702-00-00 | 1703-08-00 [Revestimento cerâmico - atribuído]
Estremoz, Convento dos Oratorianos - é possível ter sido este Domingos Antunes que, em 1702, foi o responsável pelo assentamento dos azulejos no corredor e refeitório dos Oratorianos de Estremoz, uma obra patrocinada pelo arcebispo D. Frei Luís Teles da Silva (ESPANCA - Inventário Artístico [...], p. 165)

Notas: Os azulejos foram encomendados em Fevereiro de 1702 pelo valor de 120.000 rs, e que deveriam estar concluídos em Agosto de 1703, mas ficaram prontos muito rapidamente pelo que em Maio de 1702 chegava a Estremoz a primeira remessa. Vieram de barco no troço compreendido entre Vila Franca e Benavente sendo transportados, daí até Estremoz, em carroções de aluguer conduzidos pelos almocreves António Martins, Francisco de Carvalho e António Luís. A carga custou 1.100 rs. Domingos Antunes, o filho e os restantes dois oficiais ladrilhadores - António de Castro e Paulo da Assunção - chegaram em alimárias no dia 17 de Julho de 1702, iniciando então o assentamento dos azulejos dos corredores e refeitório. Estes artífices fizeram ainda outros trabalhos, de acerto dos azulejos, pelos quais ganharam de forma suplementar. A obra acabou por totalizar 145.560 rs. Como conclusão da mesma, em Setembro de 1702, foi molhada e pagos aos trabalhadores três cruzados novos de gratificação.

- 1715-12-18 [Morte]
MANGUCCI - A estratégia de Bartolomeu [...], p. 137- A.N.T.T., Registos Paroquiais de Lisboa, Freguesia dos Anjos, Óbitos, Livro n.º 2 (1687-1716), Cx. 36, fl. 251 v., MF SGU 960)

- Não datado [Revestimento cerâmico - atribuído]
Évora, Igreja de Santa Helena do Monte Calvário (ESPANCA - Inventário Artístico [...], p. 169)

- Não datado [Revestimento cerâmico - atribuído]
Évora, Igreja de Santo Antão (ESPANCA - Inventário Artístico [...], p. 169)

- Não datado [Revestimento cerâmico - atribuído]
Évora, Igreja de São Pedro (ESPANCA - Inventário Artístico [...], p. 169)


Referências Bibliográfias - Monografias


Referências Bibliográfias - Periódicos


Outros autores relacionados

- ANTUNES, Bartolomeu (1668-1753)
Tipo de relação: Pai / filho

- RODRIGUES, Manuel
Tipo de relação: Fiador