Pesquisa Autores | Resultados | Ficha


ANTUNES, Matias
Ladrilhador, surge no Rol de Confessados de 1638 da freguesia dos Anjos, morando na Rua Direita (CORREIA - Oleiros e pintores [...], p. 537) e fornecendo azulejos para a Igreja de São Gonçalo de Amarante em 1639 (CARVALHO - A Construção do Convento [...], p. 54). [RSC]

Especialização: Ladrilhador


Cronologia

- 1638-00-00
É mencionado no Rol de Confessados da freguesia dos Anjos, morando na Rua Direita (CORREIA - Oleiros e pintores [...], p. 537)

- 1639-00-00 [Revestimento cerâmico - documentado]
Amarante, Igreja de São Gonçalo - é referido na documentação como azulejador morador em Lisboa que neste ano "contratou pela quantia de 300.000 réis «azolejar a Igreja do dito mosteiro de São Gonçallo de Amarante, assaber todas as paredes e brancos dela, berços, horo e cruzeiro, e a capella onde está o sepulchro de São Gonçallo, tudo conforme o q. Se vay continuando per fora da capella mor»" (CARVALHO - A Construção do Convento [...], p. 54; ACMA. Livro de autos e bens da capela de Santo António (nº geral: 4016). Fls 67-74)

Notas: Para além dos espaços referidos acima, Lúcia Maria Ribero Carvalho refere que "Em algumas partes da escritura de obrigação e fiança parece ter este artista fornecido já azulejos para a capela-mor da igreja de S, Gonçalo, pois diz-se, por exemplo: «E os ditos andaimes, q. Ficarão da dita cappela mor q. Elle fes...»" (CARVALHO - A Construção do Convento [...], p. 54)


Referências Bibliográfias - Monografias


Referências Bibliográfias - Periódicos