Revestimento cerâmico da nave
Hospital de Santo António dos Capuchos
[Lisboa]


Visualização Hierárquica

Número:
CHSC010401

Designação:
Revestimento cerâmico da nave

Tipo de Património:
Azulejo

Classificação:
Revestimento cerâmico\figurativo

Descrição:
Os panos murários que separam os arcos das capelas são revestidos, até à cornija, por azulejos figurativos, em tons de azul e branco, apresentando uma estrutura semelhante (repetindo a do subcoro), que apenas se altera em função do espaço disponível. Representam santos da Ordem Franciscana, com excepção da secção 1 da parede 1 e da secção 5 da parede 2, interrompidas por lápide, e ainda da secção 3 da parede 1, correspondente ao púlpito, cujo revestimento, mais reduzido, se articula com este equipamento. Cada secção apresenta guarnição composta pela simulação de uma estrutura arquitectónica formada por duas pilastras laterais unidas pelo embasamento e entablamento. Sobre um rodapé em friso azul, ergue-se o embasamento, com pilastras laterais em perspectiva, decoradas por moldura de estrias horizontais e sobreposta por festão com cartela circunscrevendo uma cruz. Ao centro, de planta semicircular e reentrante, observa-se uma estrutura destacada, definida lateralmente por volutas que formam um T invertido, e decorada por enrolamentos e folhagem de acanto, sobre um fundo em malha. O entablamento define uma plataforma sobre a qual se apoia a filactera que identifica o santo representado, e se erguem pilastras seccionadas por volutas decoradas com flores, molduras de estrias horizontais, rostos alados, festões e um anjo. Este apoia-se já nas volutas que convergem para o centro da composição e que são unidas por espagnolette, da qual pende festão vertical.

Cronologia

- 1730-00-00 | 1750-00-00 | Cerâmica\Século XVIII\Primeira metade\Grande Produção Joanina [Revestimento]
VELOSO; ALMASQUÉ - Hospitais Civis [...], p. 121




Iconografia
» 1 - Religião e Magia\11 - Religião cristã\11Q - adoração de Deus\11Q3 - vida ascética e prática\11Q33 - retiro para a selva ou deserto - vida ascética\11Q331 - anacoreta, eremita
[Parede 1, secção 1]
Descrição: Numa paisagem exterior pontuada por uma árvore de grande porte e estrutura arquitectónica em ruínas da qual sobressaí uma cruz, está representada, em primeiro plano, uma figura masculina idosa, calva e de barbas, certamente um eremita. De túnica simples e descalço contempla, sentado, com a mão direita encostada ao rosto e apoiada na perna direita, a caveira que se encontra sobre a sua perna esquerda. Note-se que este painel é mais estreito do que os restantes, não exibindo, inferiormente, a estrutura em T invertido, e sim uma moldura estriada com flor e fita enrolada sobre um eixo vertical. Superiormente, as volutas foram substituídas apenas por um vaso ladeado por anjos no remate das pilastras.

Localização: Parede 1, secção 1





» 1 - Religião e Magia\11 - Religião cristã\11H - santos\11H(...) - santos masculinos
[Parede 1, secção 2]
Descrição: Numa paisagem exterior pontuada por árvores e montanhas, está representada, em primeiro plano, São Jacob de Marca, uma figura masculina jovem em pé, descalça, que olha para o céu, à esquerda, de onde se projectam raios. Tem nimbo, hábito, tonsura franciscana e segura, com as mãos cruzadas sobre o peito, um lírio. A seus pés observa-se uma filactera com volutas, que apresenta o nome do santo.

Localização: Parede 1, secção 2

Notas: Nesta imagem São Jacob da Marca surge apenas com um lírio e sem o monograma de Cristo ou a taça envenenada, mencionada por Réau, 1998, p. 183 como seus principais atributos.





» 9 - Mitologia Clássica e História Antiga\92 - deuses - mitologia clássica\92D - divindades celestes menores\92D1 - (história de) Cupido, Amor (Eros)\92D19 - descendência, companheiro(s), comitiva etc. de Cupido\92D191 - companheiros de Cupido\92D1916 - cupidos: "amores", "amoretti", "puti"
[Parede 1, secção 3]
Descrição: Esta secção serve de enquadramento ao púlpito, apresentando, sobre o embasamento, volutas laterais em perspectiva e, ao centro, sobre fundo escamado, um anjo sentado, de braços erguidos, parecendo suportar o púlpito. É enquadrado por concha invertida e folhas de louro. De cada lado da concha parte uma cornucópia que se sobrepõe a uma cornija semicircular onde assenta o púlpito.

Localização: Parede 1, secção 3





» 1 - Religião e Magia\11 - Religião cristã\11H - santos\11H(...) - santos masculinos\11H(BONAVENTURA) - Boaventura, cardeal bispo de Albano e Ministro Geral da Ordem Franciscana, possíveis atributos: livro, chapéu de cardeal (por vezes pendurado numa árvore), crucifixo (por vezes florido)\11H(BONAVENTURA)9 - Boaventura, cardeal bispo de Albano e Ministro Geral da Ordem Franciscana, possíveis atributos: livro, chapéu de cardeal (por vezes pendurado numa árvore), crucifixo (por vezes florido) - retrato de santo masculino
[Parede 1, secção 4]
Descrição: Numa paisagem exterior pontuada por vegetação rasteira, está representado, em primeiro plano, o Cardeal São Boaventura, uma figura masculina jovem em pé que, a par do crucifixo, olha para o livro que tem na mão esquerda, possivelmente numa alusão à obra que escreveu: Memórias de São Francisco (VELOSO, ALMASQUÉ, 1996, p. 117). Tem nimbo, veste um pluvial ou capa de asperges profusamente decorado com motivos variados do repertório vegetalista, decoração que também pode ser observada na bainha e mangas da sobrepeliz. Segura, com a mão direita um báculo e um galero. A seus pés observa-se uma filactera com volutas, que apresenta o nome do santo.

Localização: Parede 1, secção 4

Notas: Para além dos atributos iconográficos mencionados, este santo por ainda ser representando, numa alusão ao seu tratado Lignum vitae, com a Árvore da Cruz encimada por um pelicano que abre o peito para alimentar as suas crias com o seu sangue (que é designada de Árvore de São Boaventura ou Árvore da Redenção) (RÉAU, 1997, p. 253).





» 2 - Natureza\25 - terra, mundo como corpo celeste\25G - plantas e vegetação\25G3 - árvore
[Parede 1, secção 5]
Descrição: Secção de estrutura mais estreita, com registo superior interrompido em toda a sua largura por lápide. Apenas é visível uma paisagem composta por uma árvore de grande porte. Na lápide pode ler-se: "ESTA CAPELA DO BEM AVENTVRADO SANCTO ANTONIO HE DO DOCTOR ANTONIO DAGVIAR E SILVA DEZEMBARGADOR DOS AGRAVOS E PROMETOR FISCAL DA CAZA DA SVPLICAÇÃO E DE SVA MVLHER DONA MARIA DE GVIZENRRODE, E DE SEVS FILHOS SOBRINHOS, E DESCENDENTES DEAMBOS EM QVANTO O MVNDO DVRAR E EM MEMORIA DO SOBREDITO SEPOS ESTE PADRAÕ EM 23 DE MAIO DE 1675". Note-se que este painel é mais estreito do que os restantes, não exibindo, inferiormente, a estrutura em T invertido, e sim uma moldura estriada com flor. Superiormente, as volutas e os anjos foram substituídos por uma cartela de volutas e folhagem circunscrevendo uma cruz.

Localização: Parede 1, secção 5





» 1 - Religião e Magia\11 - Religião cristã\11P - a Igreja (como instituição)\11P3 - organização, funcionários e dignitários em igrejas e instituições relacionadas\11P31 - organização, funcionários e dignitários na Igreja Católica Romana, clero em geral\11P315 - ordens monásticas, vida monástica - Igreja Católica Romana\11P315(...) - ordens monásticas, vida monástica - Igreja Católica Romana (com NOME da ordem)\11P315(FRANCISCANS) - ordens monásticas, vida monástica: Franciscanos
[Parede 2, secção 1]
Descrição: Secção de estrutura mais estreita, com registo superior interrompido em toda a sua largura por lápide. de pedra, com brasão, onde se lê o seguinte: "ESTA C.A DE S. FR.CO HE DO DT.OR MARTIM MONTR.O DO CONS.O DE SVA MG.DE IVIZ DAS IVSTIFICACO E SDESTE R.O E DE SVA MOLHER D.LEONOR CN.A DE BARROS E DOS DESCENDENTES DO DIT. MATRIMONIO AQVAL C.A COMPROVEM 24 DE DZ.RO DE 1669 DEPOIS DE FALECIDO O DIT. SEV MARIDO MANDÃDO LHE P.A ELLA TRASLADAR SEVES OSSOS Q ESTAVAÕ NO COVENTO DE N.S.A DA G.CA E OS DE SVA MAY E PAY O DT.OR FR.CO LOPEZ DE BARROS DO CONS.O DE S.MG.DE CHANSALER DA CAZA DAS VPP.AM Q ESTAÕ DEPOZITAODS NESTA EGREIA". Note-se que este painel é mais estreito do que os restantes, não exibindo, inferiormente, a estrutura em T invertido, e sim uma moldura estriada com flor. Superiormente, as volutas e os anjos foram substituídos por uma cartela de volutas e folhagem circunscrevendo uma cruz sobreposta por dois braços, símbolo de São Francisco.

Localização: Parede 2, secção 1





» 1 - Religião e Magia\11 - Religião cristã\11H - santos\11H(...) - santos masculinos\11H(LOUIS OF TOULOUSE) - Luís de Anjou, filho do rei de Nápoles, frade Franciscano, e bispo de Toulouse, possíveis atributos: flor-de-lis na sua capa pluvial, coroa e ceptro\11H(LOUIS OF TOULOUSE)9 - Luís de Anjou, filho do rei de Nápoles, frade Franciscano, e bispo de Toulouse, possíveis atributos: flor-de-lis na sua capa pluvial, coroa e ceptro - retrato de santo masculino
[Parede 2, secção 2]
Descrição: Numa paisagem exterior pontuada por vegetação rasteira, árvores, montanhas e uma estrutura arquitectónica do lado direito, está representado, em primeiro plano, São Luís Bispo, uma figura masculina em pé que olha directamente para o observador, com um báculo na mão direita e um livro na mão esquerda. Tem nimbo e mitra episcopal sobre a cabeça, veste um pluvial ou capa de asperges profusamente decorado com vários motivos vegetalistas e nichos com representações, muito provavelmente, de outros santos, na orla. A sobrepeliz apresenta decoração vegetalista na bainha e nas mangas e, por baixo desta, encontra-se o cordão que segura o hábito. A seus pés observa-se uma filactera com volutas, que apresenta o nome do santo.

Localização: Parede 2, secção 2

Notas: A capa que surge nesta imagem não apresenta as flores de lis douradas, que recordam o parentesco deste santo com a Casa Real de França e que constituem um dos seus símbolos iconográficos (RÉAU, 1997, p. 281). Da mesma forma, falta ainda a coroa que, colocada a seus pés, alude à renúncia ao trono de Nápoles em favor de seu irmão.





» 1 - Religião e Magia\11 - Religião cristã\11H - santos\11H(...) - santos masculinos\11H(DIDACUS) - o Frade Franciscano Diogo de Alcalá, possíveis atributos: panela, cruz, flores, chaves\11H(DIDACUS)9 - o Frade Franciscano Diogo de Alcalá, possíveis atributos: panela, cruz, flores, chaves - retrato de santo masculino
[Parede 2, secção 3]
Descrição: Numa paisagem exterior pontuada por vegetação rasteira, formações rochosas e um curso de água, está representado, em primeiro plano, São Diogo, uma figura masculina em pé, descalça, que olha directamente para a cruz que segura na mão direita. Tem nimbo, veste o hábito da Ordem Franciscana e, na mão esquerda segura um terço. A seus pés observa-se uma filactera com volutas, que apresenta o nome do santo.

Localização: Parede 2, secção 3

Notas: Esta imagem afasta-se da iconografia descrita por RÉAU, 1997, pp. 377-378, na qual São Diogo, que era cozinheiro do seu mosteiro, surge com um buriel com o cordão da ordem e um molho de chaves à cintura. Note-se ainda como esta imagem é muito semelhante á que se encontra representada na galilé, apenas diferindo na posição da mão que segura o terço.





» 1 - Religião e Magia\11 - Religião cristã\11H - santos\11H(...) - santos masculinos\11H(BERNARDINO) - Bernardino de Siena, frade Franciscano, possíveis atributos: livro, disco solar com o monograma IHS, três mitras a seus pés\11H(BERNARDINO)9 - Bernardino de Siena, frade Franciscano, possíveis atributos: livro, disco solar com o monograma IHS, três mitras a seus pés - retrato de santo masculino
[Parede 2, secção 4]
Descrição: Numa paisagem exterior pontuada por vegetação rasteira, montanhas e árvores, está representado, em primeiro plano, São Bernardino de Sena (Siena), uma figura masculina em pé, descalça, a olhar para o disco rodeado de chamas que segura na mão direita, onde se vê o monograma IHS (Iesus Hominum Salvator). Tem nimbo, veste o hábito da Ordem Franciscana e, na mão esquerda segura um livro. A seus pés observa-se uma filactera com volutas, que apresenta o nome do santo.

Localização: Parede 2, secção 4

Notas: Para além do atributo mais característico com que aparece representado nesta imagem - monograma inscrito IHS rodeado de chamas (que os italianos designam como monograma bernardiniano do Nome de Jesus) - São Bernardino pode ainda apresentar as três mitras em alusão às três sedes episcopais de Sena (Siena), Ferrara e Urbino que recusou, ou uma maqueta da cidade de Sena (Siena), pois foi seu patrono (RÉAU, 1997, p. 209). Nesta secção figurativa o santo surge ainda representado relativamente jovem, ao contrário da caracterização que é mais comum, de homem velho, consumido pelas mortificações, com um rosto de aspecto ascético febril, demarcado e cheio de rugas.





» 1 - Religião e Magia\11 - Religião cristã\11Q - adoração de Deus\11Q3 - vida ascética e prática\11Q33 - retiro para a selva ou deserto - vida ascética\11Q331 - anacoreta, eremita
[Parede 2, secção 5]
Descrição: Numa paisagem exterior pontuada por uma árvore de grande porte, está representado, em primeiro plano, uma figura masculina idosa, calva e de barbas, certamente um eremita. Em pé, de túnica e botas, apresenta a mão direita sobre o peito em sinal de bênção e com a mão esquerda aponta para algo inacessível ao observador. Note-se que este painel é mais estreito do que os restantes, não exibindo, inferiormente, a estrutura em T invertido, e sim uma moldura estriada com flor e fita enrolada sobre um eixo vertical. Superiormente, as volutas foram substituídas apenas por um vaso ladeado por anjos no remate das pilastras.

Localização: Parede 2, secção 5







Informação Técnica

Material
Matéria transformada\Produto cerâmico\Azulejo [Azulejo]


Técnica
Cerâmica de revestimento\Técnicas de decoração\Faiança\À mão livre [Azulejo]


Cor
Azul [Pintura]
Branco [Vidrado]




Bibliografia - Monografias


Inventariante
- Ana Almeida (2011-01-20, Inventariação in situ)
- Inês Aguiar (2011-01-20, Inventariação in situ)
- Lúcia Marinho (2011-01-20, Inventariação in situ)
- Patrícia Nóbrega (2011-01-20, Inventariação in situ)
- Rosário Salema de Carvalho (2011-01-20, Inventariação in situ)
- Shari Almeida (2011-01-20, Inventariação in situ)
- Catarina Figueiredo (2011-02-01, Inventariação in situ)
- Isabel Pires (2011-02-01, Inventariação in situ)
- Lúcia Marinho (2011-02-07, Inserção da ficha)
- Lúcia Marinho (2012-02-14, Descrição)