Revestimento cerâmico da capela lateral do lado da Epístola [03]
Hospital de Santo António dos Capuchos
[Lisboa]


Visualização Hierárquica

Número:
CHSC011101

Designação:
Revestimento cerâmico da capela lateral do lado da Epístola [03]

Tipo de Património:
Azulejo

Classificação:
Revestimento cerâmico\figurativo

Descrição:
As paredes laterais são integralmente revestidas por azulejo figurativo azul e branco, configurando soluções idênticas, dispostas em espelho, simulando uma estrutura arquitectónica que se articula com a arquitectura do próprio espaço e, em particular, com o vão do corredor intercomunicante. Ao lado do vão, observa-se, em cada secção, uma cartela com símbolos marianos e cristológicos.

Cronologia

- 1730-00-00 | 1750-00-00 | Cerâmica\Século XVIII\Primeira metade\Grande Produção Joanina [Revestimento]
VELOSO; ALMASQUÊ - Hospitais Civis [...], p. 121




Iconografia
» 7 - Bíblia\73 - Novo Testamento\73D - Paixão de Cristo
[Parede 1, secção 1]
Descrição: O revestimento do lado esquerdo apresenta, ao lado do vão de acesso ao corredor intercomunicante, embasamento constituído por duas volutas de perfil, ligadas por base reentrante, e por entablamento com a mesma configuração. O primeiro exibe um toro decorado com imitação de pedraria e o segundo é decorado por flores na arquitrave e óvulos nos toros. As volutas ligam-se através de festão de flores que se sobrepõe à base, decorada por motivos de gradaria. Esta estrutura suporta, no registo seguinte, uma pilastra, à direita, com volutas e folhagem adossada, enquanto à esquerda se observa novo motivo de gradaria delimitado por voluta, que culmina num frontão, sobre o vão do corredor intercomunicante. Num plano mais recuado encontra-se o entablamento superior, saliente no prolongamento da pilastra direita e também do lado oposto, assim como ao centro, onde desenha uma secção curva. É decorado por flores e por folhagem nos toros. Nesta área, a ilusão de prolongamento da estrutura arquitectónica foi desenhada num azul muito ténue, que faz destacar, em primeiro plano, o medalhão elíptico, mas contracurvado, que pende do entablamento através de fita cruzada em laço com festões. No interior desta moldura surge a representação de um martelo e uma turquês, cruzadas e presas por uma fita com um laço.

Localização: Parede 1, secção 1





» 7 - Bíblia\73 - Novo Testamento\73D - Paixão de Cristo
[Parede 1, secção 1]
Descrição: O revestimento do lado esquerdo apresenta, ao lado do vão de acesso ao corredor intercomunicante, embasamento constituído por duas volutas de perfil, ligadas por base reentrante, e por entablamento com a mesma configuração. O primeiro exibe um toro decorado com imitação de pedraria e o segundo é decorado por flores na arquitrave e óvulos nos toros. As volutas ligam-se através de festão de flores que se sobrepõe à base, decorada por motivos de gradaria. Esta estrutura suporta, no registo seguinte, uma pilastra, à direita, com volutas e folhagem adossada, enquanto à esquerda se observa novo motivo de gradaria delimitado por voluta, que culmina num frontão, sobre o vão do corredor intercomunicante. Num plano mais recuado encontra-se o entablamento superior, saliente no prolongamento da pilastra direita e também do lado oposto, assim como ao centro, onde desenha uma secção curva. É decorado por flores e por folhagem nos toros. O frontão que remata o vão do corredor, dignificando-o e conferindo uma maior monumentalidade à estrutura de cantaria, apresenta volutas laterais e no remate superior, estas convergindo para uma concha central. Servem ainda de suporte aos vasos de flores que se encontram nos flancos. O frontão é decorado por motivos de gradaria e por uma cartela elíptica com moldura de óvulos, da qual pendem dois festões, um para cada lado. No interior desta observa-se a imagem de uma taça de pé alto com dois dados.

Localização: Parede 1, secção 1





» 7 - Bíblia\73 - Novo Testamento\73D - Paixão de Cristo
[Parede 2, secção 1]
Descrição: O revestimento do lado esquerdo apresenta, ao lado do vão de acesso ao corredor intercomunicante, embasamento constituído por duas volutas de perfil, ligadas por base reentrante, e por entablamento com a mesma configuração. O primeiro exibe um toro decorado com imitação de pedraria e o segundo é decorado por flores na arquitrave e óvulos nos toros. As volutas ligam-se através de festão de flores que se sobrepõe à base, decorada por motivos de gradaria. Esta estrutura é interrompida pela abertura de um nicho de secção quadrada, que procura continuar os motivos do revestimento cerâmico, com excepção do fundo, onde se observam quatro azulejos de figura avulsa com representações de uma corça, um coelho, e duas aves. Esta estrutura suporta, no registo seguinte, uma pilastra, à esquerda, com volutas e folhagem adossada, enquanto à direita se observa novo motivo de gradaria delimitado por voluta, que culmina num frontão, sobre o vão do corredor intercomunicante. Num plano mais recuado encontra-se o entablamento superior, saliente no prolongamento da pilastra direita e também do lado oposto, assim como ao centro, onde desenha uma secção curva. É decorado por flores e por folhagem nos toros. Nesta área, a ilusão de prolongamento da estrutura arquitectónica foi desenhada num azul muito ténue, que faz destacar, em primeiro plano, o medalhão elíptico, mas contracurvado, que pende do entablamento através de fita cruzada em laço com festões. No interior desta moldura surge representada uma cana rematada por uma esponja e uma lança, cruzadas e presas por uma fita com um laço.

Localização: Parede 2, secção 1





» 7 - Bíblia\73 - Novo Testamento\73D - Paixão de Cristo
[Parede 2, secção 1]
Descrição: O revestimento do lado esquerdo apresenta, ao lado do vão de acesso ao corredor intercomunicante, embasamento constituído por duas volutas de perfil, ligadas por base reentrante, e por entablamento com a mesma configuração. O primeiro exibe um toro decorado com imitação de pedraria e o segundo é decorado por flores na arquitrave e óvulos nos toros. As volutas ligam-se através de festão de flores que se sobrepõe à base, decorada por motivos de gradaria. Esta estrutura é interrompida pela abertura de um nicho de secção quadrada, que procura continuar os motivos do revestimento cerâmico, com excepção do fundo, onde se observam quatro azulejos de figura avulsa com representações de uma corça, um coelho e duas aves. Esta estrutura suporta, no registo seguinte, uma pilastra, à esquerda, com volutas e folhagem adossada, enquanto à direita se observa novo motivo de gradaria delimitado por voluta, que culmina num frontão, sobre o vão do corredor intercomunicante. Num plano mais recuado encontra-se o entablamento superior, saliente no prolongamento da pilastra direita e também do lado oposto, assim como ao centro, onde desenha uma secção curva. É decorado por flores e por folhagem nos toros. O frontão que remata o vão do corredor, dignificando-o e conferindo uma maior monumentalidade à estrutura de cantaria, apresenta volutas laterais e no remate superior, estas convergindo para uma concha central. Servem ainda de suporte aos vasos de flores que se encontram nos flancos. O frontão é decorado por motivos de gradaria e por uma cartela elíptica com moldura de óvulos, da qual pendem dois festões, um para cada lado. No interior desta observa-se a imagem das costas de uma mão (direita) estendida.

Localização: Parede 2, secção 1







Informação Técnica

Material
Matéria transformada\Produto cerâmico\Azulejo [Azulejo]


Técnica
Cerâmica de revestimento\Técnicas de decoração\Faiança\À mão livre [Azulejo]


Cor
Branco [Vidrado]
Azul [Pintura]




Bibliografia - Monografias


Inventariante
- Ana Almeida (2011-02-08, Inventariação in situ)
- Catarina Figueiredo (2011-02-08, Inventariação in situ)
- Lúcia Marinho (2011-02-08, Inventariação in situ)
- Rosário Salema de Carvalho (2011-02-08, Inventariação in situ)
- Isabel Pires (2011-04-19, Inserção da ficha)
- Isabel Pires (2011-00-00, Descrição)