Número:
B-18-00047-V

Modulo:
[e-d]

Descrição:
Barra vertical, em tons de azul e branco, com ou sem bordos, dispondo atlante sobre águia assente em base em forma de voluta, pintada em perspectiva, com folhagem e festão, que funciona como canto inferior. A figura masculina, parcialmente desnuda, com um pé sobre a águia e outro no ar, apresenta folhagem na cintura e panejamento esvoaçante preso na diagonal sobre o peito. Ergue os braços sobre a cabeça (coroada de louros) segurando cesto de flores, que funciona como canto superior. Em ambos os cantos é visível (por vezes) a ligação às barras horizontais através de folhagem. NOTA: esta barra pode ter ou não bordos. NOTA: esta barra tem ligeiras variações no desenho, principalmente ao nível dos cantos (voluta e flores do cesto). NOTA: esta barra encontra-se aplicada em conjunto com a B-18-00010-H, com a B-18-00046-H e com a B-18-00087-H. Muito embora se verifique uma ligação entre as barras verticais e horizontais, ambas podem ser aplicadas com variantes ou com outros modelos.

Cronologia

- 1700-00-00 | 1710-00-00, Cerâmica\Século XVII\Segunda metade\Azulejaria a azul e branco figurativa | 1710, antes de
[Manufactura - Évora, Convento do Espinheiro, Igreja, Capela do Senhor Morto]
Atribuído - data da morte de André de Sande - MECO - O pintor de azulejos Manuel dos Santos [...], p. 121


Produção
Portugal/Lisboa/Lisboa


Informação Técnica

Técnica
Cerâmica de revestimento\Técnicas de decoração\Faiança\À mão livre


Cor
Branco [Vidrado]
Azul [Pintura]




Autorias
- Manuel dos Santos
Pintor
Assinado - Évora, Convento do Espinheiro, Igreja, Capela do Senhor Morto


Bibliografia - Monografias


Inventariante
- Rosário Salema de Carvalho (2013-10-23, Autoria - No âmbito do pós-doutoramento "À volta dos azulejos. As guarnições da azulejaria barroca portuguesa [1675-1750])


Padrões relacionados
B-18-00046
Relação: Barra horizontal / Barra vertical



Revestimentos In situ
Revestimento cerâmico da Capela do Senhor Morto
Convento de Nossa Senhora do Espinheiro
[Évora]